Região Sul tem maior queda no índice de leitura no país

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

LinhaUma constatação alarmante para quem se preocupa com os escassos índices de leitura no Brasil. De 2007 a 2011, a região Sul apresentou a maior queda em todo o país e o número de livros lidos por habitante caiu de 5,5 para 4,2, apontou a terceira edição da pesquisa ‘Retratos da Leitura’, lançada em 2012.

Esse e outros dados estão no diagnóstico elaborado para o Plano Catarinense do Livro e da Leitura sobre a cadeia produtiva, projetos de leitura, bibliotecas, editoras e escritores catarinenses entregue ao poder executivo durante III Fórum do Livro e da Leitura de Florianópolis.

Segundo o bibliotecário José Paulo Speck, responsável pela elaboração do diagnóstico, a mostra é um indício de que a situação é inquietante e que necessita ser mudada. “Precisamos avançar muito em Santa Catarina e essa queda aponta que é imperativo a criação de políticas públicas de incentivo à leitura, ao livro, à literatura e às bibliotecas para que os números não caiam ainda mais”, alertou Speck.

Na opinião do escritor Alcides Buss, a entrega do documento ao poder executivo representa uma esperança para a cadeia produtiva no estado.“Temos um potencial imenso, mas ainda adormecido. Mudar esta realidade depende de muitos fatores – escolas, agentes de leitura e, principalmente, dos governos. Para isso é preciso estabelecer leis voltadas para o livro e a leitura, permitindo que mais pessoas tenham acesso à literatura e descubram novas obras”, comentou.

Posted in Notícias.